Propaganda

Últimas Notícias

Taxa de transmissão por Covid-19 no Brasil aumenta e média de mortes tem maior alta desde maio


A taxa de transmissão da Covid no Brasil, estimada pelo Imperial College de Londres, aumentou. A chamada taxa R está em 1,1 - em teoria, isso significa que 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 110. Na semana passada era 0,68, considerado o patamar mais baixo desde abril. A chance de os números refletirem a realidade é de 95%.


Segundo o balanço do consórcio de veículos de imprensa, o Brasil registrou 676 mortes nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, 166.743 pessoas morreram no país vítimas da Covid. Desta segunda para esta terça (17), 32.262 novos casos foram confirmados. O total chega a 5.909.002.


A média móvel de casos está em 29.674 novos registros por dia, 71% a mais do que a média de 14 dias atrás - é o quinto dia seguido de aumento.


A média móvel de mortes está em 557 por dia, 45% a mais do que a de duas semanas atrás. É a maior variação percentual desde 25 de maio, terceiro dia seguido de alta, e agora com média acima de 500 mortes por dia. A última vez que isso aconteceu foi no dia 21 de outubro.


O epidemiologista Pedro Hallal, da Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, afirma que ainda precisamos esperar mais uns dois dias para ver mais claramente os números sem a influência dos registros que foram acumulados depois que o sistema do Ministério da Saúde voltou a funcionar. Mas avalia que o quadro começa a preocupar.


Segundo ele, muitas pessoas, principalmente os jovens, acham que a pandemia acabou e se comportam como se não houvesse risco de contaminação. Se isso continuar, podemos ter um efeito rebote importante com aumento no número de mortes.


Nesta terça, 14 estados aparecem com alta; oito mais o Distrito Federal em estabilidade; e quatro com queda na média de mortes.


Detalhes do seu estado você confere em g1.com.br/coronavírus.


Fonte: G1 Jornal Nacional

Nenhum comentário