Propaganda

Últimas Notícias

Voo inaugural entre o Recife e Caruaru enfrentou intercorrência

Foto:/ Divulgação

Deveria ser um trajeto tranquilo de curta duração, mas logo na estreia o voo entre o Aeroporto do Recife e o Oscar Laranjeira, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, enfrentou intercorrência.


Operada pela Azul Conecta, braço de aviação sub-regional da Azul, a aeronave Cessna Grand Caravan contava com seis passageiros a bordo, além de dois tripulantes. Ao tentar aproximação, precisou arremeter durante a aterrissagem por causa da presença de uma viatura do Corpo de Bombeiros em local inadequado da pista. O veículo havia sido acionado para realizar a cerimônia de batismo do avião.


Na partida de volta ao Recife, há relatos da presença de outra pequena aeronave na pista.


Através de nota, a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) limitou-se a dizer que "o voo inaugural ocorreu de acordo com o previsto, de forma segura". A arremetida, segundo a Seinfra, foi necessária para que o carro dos Bombeiros "realizasse um pequeno ajuste em seu posicionamento".


Quanto ao outro avião detectado na área, a Secretaria disse apenas que a aeronave "pertence ao hangar existente naquela área”, sem explicar as razões do atrapalho no horário de decolagem do voo comercial.


Também através de nota enviada à coluna, a Azul afirmou que procedimentos como a arremetida "são comuns na aviação e que visam a segurança das operações da empresa". "Após nova aproximação, o voo pousou normalmente no destino planejado, dando início às operações comerciais da companhia no Agreste pernambucano", prossegue a nota. Ainda de acordo com a empresa, a decolagem ocorreu sete minutos  depois do previsto, em função de atraso no embarque e da necessidade de taxiar para esperar a saída da outra aeronave da pista principal.


Fonte: JC

Nenhum comentário