Propaganda

Últimas Notícias

Professores reivindicam férias de janeiro e mais suporte durante pandemia em ato, no Recife

Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Na manhã desta terça-feira (15), professores da rede municipal do Recife organizaram uma carreata para reivindicar melhorias na educação nas escolas da capital pernambucana. Organizada pelo Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife (Simpere), a mobilização saiu de frente ao Classic Hall, na divisa de Olinda e do Recife, para percorrer ruas e avenidas da capital.


Dentro dos pedidos, os profissionais pedem manutenção das férias de janeiro e suporte para os professores trabalharem durante a pandemia. “A Prefeitura do Recife se nega a nos atender, então precisamos realizar uma carreata para expor nossas dificuldades. Os professores estão utilizando sua própria internet em casa, usando seus próprios equipamentos, sem nenhuma estrutura de ajuda da prefeitura”, disse a coordenadora geral do Simpere, Cláudia Ribeiro.


Além disso, ela disse que os professores estão na luta para gozar as férias em janeiro. “A manutenção das férias em janeiro é muito importante para os profissionais. Todas essas questões estão adoecendo os professores e precisamos nos mobilizar”, acrescentou Cláudia.


Procurada pela reportagem, a Secretaria de Educação do Recife se defendeu das reclamações dos docentes. Em nota, a pasta diz que todos os professores da rede dispõem de notebook e modem, fruto do Programa Professor@.com. Também informa que, em vista a necessidade de aula remota, imposta pela pandemia, todos os professores passaram por formação tanto tecnológica, quanto pedagógica. Por fim, salienta que disponibilizou as 17 Unidades de Tecnologia na Educação e Cidadania (Utecs) para dar suporte aos professores.


Confira a nota na íntegra: 

"A Secretaria de Educação informa que todos os professores da rede dispõem de notebook e modem, fruto do Programa Professor@.com. Tendo em vista a necessidade de aula remota, imposta pela pandemia, todos os professores passaram por formação tanto tecnológica, quanto pedagógica. A Secretaria de Educação disponibilizou ainda todas as 17 Unidades de Tecnologia na Educação e Cidadania (Utecs) para dar suporte aos professores."


Fonte: Folha de Pernambuco

Nenhum comentário