Secretário de Saúde de Pernambuco é multado em R$ 8,5 mil pelo TCE por sonegação de informações


O secretário estadual de saúde, André Longo, foi multado em R$ 8,5 mil pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) por suposta sonegação de informações ao órgão de controle. Segundo o tribunal, Longo deixou de enviar dados considerados imprescindíveis para o planejamento dos trabalhos da auditoria do órgão. A secretária argumenta, no entanto, que falhas no sistema do TCE tem impedido o envio dos dados.


De acordo com informações apuradas pelo portal NE10, Longo teria deixado de enviar dados sobre recursos humanos da pasta para o sistema Sagres, que o TCE usa para monitorar o poder público, entre o período de janeiro de 2016 e abril de 2020. O envio é previsto na resolução 26/2016 e sua não realização se configura como “sonegação de processo, documento ou informação” por parte do gestor.


O secretário estadual chegou a apresentar ao TCE sua defesa, porém o tribunal não aceitou os seus argumentos. Além da multa, o órgão determinou um prazo de dois meses para que Longo regularize a entrega de informações.


Em nota, a Secretária Estadual de Saúde (SES-PE) afirmou ter tentado cumprir a determinação de preenchimento das informações de recursos humanos no sistema do TCE ao longo dos anos, mas, por problemas técnicos do sistema, não consegue enviar. A pasta afirmou ainda que vai recorrer da multa.


O governo diz que vem buscando diálogo com o TC para resolver o casos e que o problema teria sido relatado também por outras secretarias. A pasta assegurou que segue todas as orientações do órgão de controle.


Fonte: Blog do Bruno Muniz

1 Comentários

  1. Thank you for helping people get the information they need. Great stuff as usual. Keep up the great work!!! hospedagem de sites barata

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem