Últimas

6/recent/ticker-posts

Família descobre que idosa estava viva um dia após enterrar corpo de mulher com mesmo nome


Uma família da cidade de Santa Cruz, no Sertão da Paraíba, descobriu, um dia após o sepultamento, que enterrou uma mulher por engano, acreditando ser alguém da família após receber corpo do hospital.


Segundo o relato da família, acreditava-se que a idosa havia morrido por Covid-19 e, por isso, o corpo não passou por reconhecimento e foi enterrado com caixão lacrado. No entanto, a parente estava viva e o corpo enterrado era de outra mulher que tinha o mesmo nome dela. A troca da identificação das pacientes foi confirmada pela direção do Hospital Regional de Piancó, também no Sertão.


Ao G1, a direção do hospital informou que ao identificar o erro, as medidas foram tomadas para reparação e que também havia sido prestada assistência jurídica às famílias. A diretora do hospital, Ines Remigio, também disse que “infelizmente aconteceu um erro humano, onde o profissional trocou a identificação do paciente”. Segundo ela, o caso não foi comunicado a imprensa por solicitação das famílias que não queriam exposição.


A idosa que está viva é Maria França de Andrade, de 76 anos, natural do município de Santa Cruz. Ela foi diagnosticada com Covid-19 em dezembro e, no dia 24 do mesmo mês, internada em Piancó. Cinco dias depois, a família recebeu a notícia de que a idosa não resistiu e morreu.


Fonte: Portal do Litoral PB

Postar um comentário

0 Comentários