Últimas

6/recent/ticker-posts

Padrasto espanca bebê de apenas 5 meses na Zona Norte do Rio

Foto: Guito Moreto

Um homem de 24 anos foi preso em flagrante, nesta quarta-feira, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, por suspeita de agredir com tapas, por dez minutos, um bebê de apenas 5 meses. O rapaz, que é namorado da mãe da criança, foi enquadrado no crime de tortura.

As agressões atingiram boa parte do corpo do bebê, incluindo pernas e rosto, deixando ainda marcas roxas nas nádegas do menino. Na delegacia, o preso confessou o crime e alegou que teve um surto porque a criança tentou sugar leite de seu peito, enquanto ele segurava o bebê.

Ele e a mãe da vítima estavam juntos há seis meses. A mulher deixou o companheiro tomando conta do filho, na casa onde moravam, enquanto ia à residência de um parente, na Zona Oeste do Rio. No fim da manhã de quarta-feira, o namorado enviou uma mensagem dizendo que a criança estava com uma alergia. Em seguida, encaminhou uma foto mostrando as nádegas arroxeadas do menino.

- Ela pediu que uma amiga fosse na sua casa averiguar o que estava acontecendo. A amiga viu as marcas roxas no bebê e avisou à mãe da criança que aquilo que ela estava vendo parecia ser fruto de uma agressão física - explicou o delegado Hilton Pinho, da 21ª DP (Bonsucesso), responsavel pelo caso.

Ao retornar para casa, a mãe, acompanhada do namorado, levou a criança ao Hospital municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador. Funcionários do hospital notaram sinais de agressão no bebê e chamaram a Polícia Militar, que conduziu todos à delegacia.

De acordo com o delegado, o preso não possuía antecedentes criminais. Ele responderá por crime de tortura e, em caso de condenação, estará sujeito a uma pena de até 15 anos de reclusão.

Nesta quinta-feira, o suspeito foi transferido da carceragem da 21ª DP para o sistema penitenciário do Rio. O bebê já teve alta médica e foi liberado para ir para casa em companhia da mãe.

Fonte: Portal EXTRA.

Postar um comentário

0 Comentários