Header Ads Widget

Padrasto estupra enteada de 7 anos e mãe flagra o ato na zona Leste de Teresina

Foto: O Dia

Uma criança de 7 anos de idade foi vítima de estupro na zona Leste de Teresina. O caso aconteceu na tarde deste domingo (11) e o acusado é o próprio padrasto da vítima. A mãe da menina flagrou o ato e foi ela mesma quem acionou a polícia, mas o homem conseguiu fugir. Quem dá mais detalhes é o conselheiro tutelar Ivan Cabral.


“A gente recebeu um telefonema da Força Tática da Polícia Militar por volta das 14h30min de ontem informando do ocorrido. Nós conversamos com a mãe e a criança e ela nos relatou que já suspeitava de certas atitudes do companheiro. Ontem, ela mandou a filha tomar banho e, estranhando a demora dela, foi até o quarto checar. Quando abriu a porta, se deparou com o seu companheiro abusando de sua filha. Ela o colocou para fora e denunciou, mas infelizmente ele conseguiu fugir”, relata Ivan.


A Polícia Militar ainda chegou a fazer buscas pelo acusado nas cercanias da casa, mas ele ainda não foi encontrado. Após conversarem com o Conselho Tutelar, mãe e filha foram encaminhadas até a Central de Flagrantes, onde registraram formalmente o Boletim de Ocorrência. O delegado solicitou que a criança fizesse um exame junto ao SAMVIS (Serviço de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Sexual) para que fosse atestado se chegou ou não a haver conjunção carnal no estupro.


No entanto, é importante lembrar que, independente do resultado do exame, o crime de estupro de vulnerável já está configurado, porque como prevê a lei, o simples toque nas partes íntimas de uma criança ou em qualquer outra parte de seu corpo já é considerado estupro. 


O Conselho Tutelar já acionou o Ministério Público com uma notícia de fato para que o caso seja apurado na esfera jurídica.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Portal o Dia

Postar um comentário

0 Comentários