Últimas

6/recent/ticker-posts

Bandeira vermelha da conta de luz deve aumentar em até 58% em setembro

Foto: Reprodução/ Pixabay

Um dos principais vilões da inflação em Goiânia, a conta de energia ficará mais cara. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve ajustar, em até 58%, a bandeira tarifária, segundo matéria do jornal O Globo. A tarifa pode subir de R$ 9,49 para um valor entre R$ 14 e R$ 15, a partir de setembro.


Segundo jornal, o aumento da tarifa foi discutido em reunião com diversos representantes do governo nesta semana. De acordo com participantes dessa agenda, o Ministério de Minas e Energia sugeriu reajustar o valor da bandeira para R$ 24, o que seria mais que o dobro de aumento, por um período de três meses.


Prevaleceu, porém, a proposta do Ministério da Economia, de cobrar uma taxa entre R$ 14 e R$ 15 por um tempo maior, possivelmente de seis meses. O prazo estipulado será o suficiente para recuperar os reservatórios após o início do período úmido, no fim do ano.


Inflação

Esta semana o IBGE divulgou os números da inflação no País. Goiânia é a cidade brasileira que registrou o maior aumento, 1,34% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA. Essa alta foi obtida com base na comparação com o mês de julho de 2021. O índice nacional foi de 0,89% em agosto, foi o maior para o mês desde o ano de 2002.


A alta nos preços em Goiânia foi impulsionada principalmente pelo aumento no preço da gasolina – cerca de 6,31% – e da energia elétrica – elevação de 3,6%, sendo que no acumulado dos 12 últimos meses esse último serviço apresentou uma alta de 13,3%.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Portal Jornal Opção

Postar um comentário

0 Comentários