Últimas

6/recent/ticker-posts

Depois de ter 2 filhos com enteada, vigia é preso por estuprá-la desde criança

(Foto: Google Street View)

Condenado por estuprar a enteada por 10 anos, vigia de 67 anos terá de cumprir 14 anos na prisão. Embora os crimes tenham acontecido entre 2003 e 2013, conforme narra a denúncia, o homem só foi preso no dia 5 de julho deste ano.

De acordo com a acusação, tudo aconteceu no Distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã. O padrasto estuprou a menina dos 9 aos 19 anos, sempre ameaçando matar a mãe e irmão dela, caso contasse para alguém.

Os estupros foram comprovados por meio do exame de DNA de duas crianças geradas pela jovem e que são filhas do homem.

Interrogado, o padrasto admitiu ter mantido relações sexuais com a enteada, mas afirma que ela já tinha mais de 14 anos e alegou que não sabia se tratar de crime.

O vigia foi condenado a 14 anos de 4 meses de prisão, em regime fechado, com direito a recorrer da sentença em liberdade. O acusado apelou, alegando que não havia provas suficientes para a condenação, mas teve o recurso negado e terá de cumprir a pena, conforme decisão publicada no Diário Oficial da Justiça desta segunda-feira (9).

Os nomes da vítima e do réu não foram divulgados, pois o processo tramita em sigilo e porque é direito dela ter a identidade preservada.

Da redação do Blog Brejo Notícias
*Com informações do Portal Campo Grande News

Postar um comentário

0 Comentários