Últimas

6/recent/ticker-posts

Homem tenta resolver prisão de ventre inserindo enguia no ânus e quase morre

Não é exagero dizer que problemas intestinais podem realmente deixar uma pessoa fora de si. Talvez nada aconteça quando você sofre de um transtorno momentâneo, mas pessoas que enfrentam problemas crônicos no intestino podem se sentir angustiadas em muitos momentos. O maior dos problemas é a sensação de que não existe solução.


Infelizmente, alguns problemas são realmente bastante difíceis. Intestino e cérebro são tão ligados que uma crise de ansiedade pode desencadear uma intensa diarreia, ou prisão de ventre. Então não é tão difícil de imaginar que as pessoas podem tentar soluções desesperadas, não é?


Ainda assim, mesmo com toda a empatia do mundo, ainda existe coisas difíceis de entender. Um caso em Xinghua, na província de Jiangsu, no leste da China, é exemplo perfeito disso. Desesperado com uma constipação, um homem inseriu uma enguia viva no ânus! Você consegue imaginar?


Também conhecida como prisão de ventre, a constipação é um problema intenso. Para a maioria das pessoas, a sensação é quase a de que se esta entupido. Já imaginou passar dias sem conseguir ir ao banheiro? Foi por esse transtorno que um homem chinês passou, mas sua reação foi completamente desproporcional.


Na desesperada tentativa de desobstruir o caminho, o homem inseriu uma enguia viva no ânus. É claro que a história não terminou bem e ele acabou precisando de atendimento médico urgente para sobreviver. Um dos maiores problemas dessa história é que esse tipo de prática é comum e vista como “sabedoria popular”. Então, em áreas rurais e mais afastadas de grandes centros, as pessoas acabam se sentindo constrangidas de falar sobre seu ritmo intestinal com os médicos.


PÉSSIMA IDEIA

Se você estava surpreso até aqui, se prepare: mesmo depois de inserir o bicho no ânus e sentir dor, ele ainda demorou a procurar ajuda médica. O que o paciente não sabia era que o bicho já havia perfurado o cólon e vazado para o abdômen. Em poucas palavras, ele realmente correu risco de morrer.


O homem estava com dor, mas era “muito tímido para ver o médico”, de acordo com o jornal Global Times. Depois de um dia, ele finalmente cedeu e procurou ajuda médica em um hospital local, onde os médicos disseram que ele poderia ter perdido a vida.


O paciente não identificado foi operado para remover a enguia de 20 centímetros. Surpreendentemente, a enguia também havia sobrevivido à sua aventura e ainda estava viva quando os cirurgiões a arrancaram dele. A lição sobre não colocar enguias vivas no ânus foi aprendida da maneira mais difícil.


O problema é bastante comum, curiosamente, e incidentes como esse acabam acontecendo de tempos em tempos. A maioria dos casos é causada por uma combinação de ignorância e constrangimento médico. Nessas regiões, principalmente na Ásia, o trabalho de conscientização acaba sendo tão necessário quanto a própria ação médica. Apesar do caso ter sido exposto, a identidade do homem não foi divulgada, a exemplo de outros casos recentes.


Vale a nota: se sentir algum desconforto, procure um médico e sempre procure evitar a automedicação.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Site de Curiosidades

Postar um comentário

0 Comentários