Últimas

6/recent/ticker-posts

Marido mata mulher após discussão com o pai dela na cidade de Mantena, em MG

Foto: Polícia Militar / Divulgação

Um homem de 35 anos foi preso após matar a companheira a facadas dentro de casa, nesse sábado (31), na cidade de Mantena, região do Rio Doce. Momentos antes do crime, ele discutiu com o pai da vítima.


De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, militares faziam patrulhamento no bairro Boa Esperança quando foram informados da briga de um casal. "Diante das informações, nós deslocamos até a residência e fomos atendidos pelo próprio autor do crime. Ele confessou todo o ocorrido, os militares adentraram a residência e visualizaram o corpo da mulher caído no chão da sala, e a faca utilizada no crime ainda com manchas de sangue", explicou o tenente Matheus da Silva Freitas. 


Werika Inácio de Oliveira, de 24 anos, foi atingida no abdômen, braço direito e mão esquerda. Em conversa com os policiais, o agressor contou que, antes do crime, o sogro esteve no local e, ao perceber a torneira aberta e que a casa estava sem água, começou a proferir palavras de baixo calão. O criminoso estava dormindo e contou que, ao acordar e ouvir as palavras, mandou que o homem fosse embora.


Ainda na versão dele, após a saída do pai, a mulher teria iniciado uma briga. Ele queria sair de casa, mas "foi puxado pelo braço e arrastado", momento em que a vítima pegou a faca. O homem contou que conseguiu tomar o objeto das mãos delas e desferiu os golpes, não sabendo precisar a quantidade. 


O filho do casal e a filha de Werika presenciaram o crime. Em conversa com um dos policiais, a menina de 8 anos contou que a mãe comprou um colchão e, ao perceber que o mesmo não tinha sido guardado, o avô materno disse que o genro dele era "folgado". Ao ouvir a conversa, na versão da criança, o homem ameaçou  o sogro de morte, pegou um facão e o mandou embora.


Em seguida, o casal teria começado a discutir no quarto, e o agressor deu socos na companheira. A confusão foi para a sala e, nesse momento, ele teria se armado com a faca e desferido os golpes. Werika caiu no chão e parou de gritar. O pai dela esteve no imóvel, mas não disse nada à polícia em relação aos fatos. Ele afirmou que os netos poderiam ficar com uma vizinha da família.


Já o criminoso, após receber atendimento médico foi encaminhado à Delegacia de Governador Valadares.

Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Portal O Tempo

Postar um comentário

0 Comentários