Últimas

6/recent/ticker-posts

Com enxada, formanda em medicina homenageia pais agricultores durante colação de Grau

Foto: Vision formaturas/Reprodução

Com o desejo de homenagear os pais em um dos momentos mais felizes da vida, Nilcinádia Alves dos Anjos fez as fotos do álbum de formatura e participou da cerimônia de coleção de grau em Medicina segurando uma enxada.


A médica, que estudou em escolas públicas, é filha de Nilson dos Anjos Filho e Nergina Alves Gomes dos Anjos, agricultores do interior de Minas Gerais.


“Eu gosto muito da minha história, valorizo tudo que passei e todo o apoio que recebi. Sou muito grata aos meus pais, carrego uma gratidão enorme no coração e não queria que isso ficasse só pra mim, por isso pensei na enxada, algo que representa o trabalho deles", fala a recém-formada.


Ao som da música “No dia em que eu saí de casa", de Zezé di Carmargo e Luciano, Nilson e Nergina viram a filha se tornando oficialmente a primeira médica da família, que mora na zona rural de Rio Pardo de Minas.


“Quando eu ouvi aquela música foi uma emoção muito grande, o coração batia forte, parecia que ia sair do peito. Ela tem uma história muito bonita e eu sinto muito orgulho", fala o pai.


Nilson cultiva mandioca e sobrevive da venda da goma. Dessa forma, ele e a esposa sustentaram os filhos Nilcinádia e Nilciclébio. Apesar do pouco estudo, ele fez até a terceira série, nunca mediu esforços para que os filhos pudessem estudar.


“A educação vem em primeiro lugar, quem não tem uma base, uma estrutura, um começo, vai ter uma vida mais difícil”, destaca.

"Minha mãe conta que quando eu era bem pequenininha ela foi me levar em uma consulta e o médico adorou meu nome, falou que combinava com doutora, que eu seria médica. Ela ficou toda emocionada com essa fala e isso ficou no meu coração. Além disso, meu pai, apesar de ter um letramento básico, sabe aferir pressão e eu cresci vendo todas as pessoas vindo aqui na nossa casa para que ele fizesse isso. Meu pai tem essa vocação de cuidar, ele transmite segurança, paz. Acho que meu desejo em ser médica veio dessas duas situações."


Da redação do Blog Brejo Notícias 

*Com informações do G1 Grande Minas

Postar um comentário

0 Comentários