Últimas

6/recent/ticker-posts

Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar criança de 2 anos em Goiânia

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Mãe e padrasto de um menino de 2 anos foram presos suspeitos de torturar a criança, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o homem detido confessou que batia no garoto porque ele era muito travesso e mãe contou à corporação que sabia, mas não impedia o crime.


A criança foi resgatada com várias marcas de agressão pelo corpo


O G1 questionou a Polícia Civil para saber se o menino ficou aos cuidados do Conselho Tutelar, por mensagem às 6h50 desta quinta-feira (16), e aguarda retorno.


Os nomes dos presos não foram divulgados, por isso o G1 não conseguiu descobrir quem representa a defesa do casal para pedir uma posição sobre o caso.


Eles foram presos na tarde de quarta-feira (15). Equipes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e da Polícia Militar foram acionadas por denúncias anônimas e prenderam o casal em casa, no setor Parque Anhanguera.


“O [padrasto] confessou a pratica delituosa, mas disse que assim agia porque a criança era muito travessa. A mulher, embora negue que seja responsável pelas lesões, disse que tinha conhecimento das agressões”, detalhou a delegada Gabriela Adas, responsável pelas investigações.


De acordo com a delegada, o casal foi autuado pelo crime de tortura. A legislação prevê pena de dois a oito anos de prisão para este crime, podendo ser até um terço maior por ter sido cometido contra criança.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do G1 Goiás

Postar um comentário

0 Comentários