Últimas

6/recent/ticker-posts

Marinha emite alerta de ventos fortes de até 60 km/h para o litoral de Pernambuco

Foto: Reprodução/TV Globo

A Marinha emitiu um alerta de ventos fortes de até 60 km/h para o litoral de Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, válido até a segunda-feira (27). Também está em vigor um aviso de ondas na área costeira entre o norte de Salvador e o sul do Recife de até 3,5 metros em alto-mar, até a noite deste sábado (25).


Os ventos mais fortes são reflexo de uma intensificação dos ventos alísios, que são ventos úmidos, que sopram dos trópicos para o equador. Considerados fortes, os ventos de 60 km/h podem


Segundo a Marinha, podem ocorrer ventos de direção sudeste a leste na faixa litorânea dos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, ao sul de Touros, entre a noite deste sábado (25) e a tarde de segunda.


Para a faixa litorânea do Rio Grande do Norte, ao norte de Touros, do Ceará, do Piauí e do Maranhão, o alerta de ventos de direção sudeste a nordeste de até 60km/h, entre a noite da quinta (24) e a tarde de segunda-feira


Ondas

O alerta de ondas de 3,5 metros foi emitido devido ao encontro de uma frente fria com uma massa de ar quente no sul da Bahia, que causa agitação em alto-mar.


A Marinha apontou, ainda, que há condições favoráveis à ocorrência de ressaca, com ondas de direção sudoeste a sudeste, de até 2,5 metros entre Bahia e Pernambuco.


A sucessão de frentes frias ou de uma frente fria seguida de uma frente quente é chamada de sistema frontal, fenômeno que está sendo registrado no Sul da Bahia.


O meteorologista Fabiano Prestrelo, da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) explicou que a chegada da frente fria "empurra" o ar quente mais para o norte e causa, assim, agitação no mar.


Um alerta de mau tempo já havia sido emitido pela Marinha para o sul da Bahia na quarta-feira (22), mesmo dia em que uma câmera registrou ventania em Ilhéus (BA).


Essa maior agitação no mar não tem relação com a erupção do vulcão em La Palma, uma das ilhas do arquipélago espanhol Ilhas Canárias.


A erupção causou um temor da formação de tsunamis que poderiam atingir a costa brasileira, mas especialistas apontaram que, além de a possibilidade ser remota, o cenário de forte atividade não se confirmou.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do G1 Pernambuco

Postar um comentário

0 Comentários