Últimas

6/recent/ticker-posts

Adolescente atingido por um raio é salvo por sola de sapato na Austrália

Adolescente atingido por um raio é salvo por sola de sapato


Foto: Daily Mail/Reprodução/ND

Um adolescente, de 14 anos, foi atingido por um raio em Queenslan, na Austrália, na última sexta-feira (22), enquanto caminhava para a escola. Apesar do susto, a mãe contou o que salvou o filho da morte.

De acordo com o portal Daily Mail, a descarga elétrica foi tão forte que jogou Talyn Rose no chão do lado de fora da Robina State High School.

O australiano estava entrando na unidade de educação quando um poderoso relâmpago ricocheteou em um poste de metal, passou pelo seu corpo e saiu pelo braço.

De acordo com Michelle Nimmo, mãe do adolescente, a grossa sola de borracha do sapato escolar do filho absorveu a maior parte da corrente elétrica, salvando sua vida.

No dia do ocorrido, ela se lembra de ter recebido um telefonema da escola, poucos minutos depois de se despedir do filho, informando que uma ambulância estava no caminho para atender Talyn Rose.

"Estava caindo uma chuva torrencial e eu mal conseguia ouvi-los ou acreditar no que diziam”, lembrou ela.

Talyn contou para a mãe que mal conseguia ouvir ou sentir por um minuto inteiro após o choque elétrico. Após ser atingido, um pai testemunhou a cena e correu para socorrer o adolescente, levando o garoto de 14 anos para dentro da escola.

No momento em que a mãe chegou, Talyn já estava se recuperando, mas ainda foi levado ao hospital para checar seus sinais vitais.

Os médicos contaram que o adolescente teve sorte de sobreviver ao relâmpago e que as grossas solas de borracha de seus sapatos provavelmente salvaram sua vida.

Apesar das marcas temporárias vistas nos pés e ombros do adolescente, Talyn se recuperou totalmente do choque. A mãe do menino contou ao Daily Mail que as marcas- chamadas de figuras de Lichtenberg – levaram três dias para desaparecer completamente do corpo de Talyn.

Um raio libera até 500 milhões de vols e uma temperatura três vezes mais quentes que a superfície do sol. De acordo com o Australian Geographic, a probabilidade de ser atingido por um raio é de um em 1,6 milhão.

Da redação do Blog Brejo Notícias
*Com informações do Portal NDMais

Postar um comentário

0 Comentários