Últimas

6/recent/ticker-posts

Médicos descobrem tênias vivendo em cérebro de homem que sofria com convulsões frequentes

Foto: Reprodução/ Site de Curiosidades

Pesquisar doenças e sintomas no google nunca é muito recomendado, mas neste caso é um exercício interessante. Se você pesquisar convulsões no google, provavelmente vai se deparar com artigos falando sobre febre em crianças pequenas, encefalite, epilepsia, tétano, meningite, Aids, traumatismo craniano e outras várias doenças.  Isso acontece porque convulsões não são naturais; isto é, uma pessoa saudável dificilmente vai sofrer deste mal. Portanto, se alguém tem sofrido com convulsões, então é fundamental procurar um médico e começar a investigar a origem do problema.


No entanto, como sempre falamos por aqui, o corpo humano é uma caixinha de surpresas. A medicina não é uma ciência tão exata quanto parece, muito pelo contrário. Os médicos se esforçam em compreender os sintomas e, dessa forma, encontrar diagnósticos que muitas vezes podem ser difíceis. Em muitos outros casos, alguns diagnósticos podem ser completamente surpreendentes.


O caso sobre o qual falaremos aqui se enquadra nessa categoria. Por volta dos seus 30 anos de idade, ele começou a sofrer convulsões. O problema se tornou frequente e acontecia de forma súbita, o que o levou a parar no hospital. O paciente não tinha histórico de patologias neurológicas, mas foi encontrado no chão de casa, se debatendo e falando coisas sem sentido. O homem foi socorrido e levado ao Massachusetts General Hospital, onde uma bateria de exames foi realizada.


O caso foi revisado e um artigo detalhado foi publicado no The New England Journal of Medicine, onde pode ser conferido. Durante as investigações médicas, logo os profissionais chegaram a um suspeito: tênias. Sabe aquele parasita que você provavelmente estudou na escola? Ele mesmo. Acontece que, neste caso, os vermes não se alojaram no intestino do paciente, mas sim em seu cérebro.


Exames e tratamento

Tomografias e ressonâncias do cérebro e exames de sangue eventualmente confirmaram o diagnóstico, revelando que o cérebro do homem havia se tornado o lar de várias lesões contendo os vermes. Uma infecção por tênias é chamada de cisticercose e, embora os casos graves possam ter efeitos catastróficos no corpo, eles podem passar despercebidos por meses, anos e – neste caso – décadas. No jornal, os médicos explicam que a infecção provavelmente começou 20 anos antes da apresentação do paciente ao hospital. Naquela época, ele morava na Guatemala, onde infecções por tênias estão presentes em áreas urbanas e rurais.


Felizmente, apesar do quadro assustador e do risco de danos prolongados, os médicos conseguiram tratar o caso de forma eficaz. O diagnóstico aconteceu três anos antes da publicação do artigo e, segundo o documento, o paciente segue sem convulsões desde que descobriu o que havia de errado e se submeteu ao tratamento.


As tênias são, como outros parasitas, adquiridas através do contato com alimentos mal higienizados ou contato com fezes contaminadas. Esses vermes geralmente se instalam no sistema digestivo, mas também podem transitar pelo corpo e parar em absolutamente qualquer lugar. Se você esta se perguntando como evitar esse tipo de problema, é simples: procure higienizar as mãos com frequência e sempre higienize os alimentos crus antes de ingeri-los.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Site de Curiosidades

Postar um comentário

0 Comentários