Últimas

6/recent/ticker-posts

Mulher mais velha das Filipinas, morre aos 124 anos

Foto: Prefeitura de Kabankalan

Francisca Susano, a mulher mais velha das Filipinas, morreu na segunda-feira (22) aos 124 anos, informou a prefeitura de Kabankalan, onde ela morava.

Mais conhecida pelo apelido Lola Iska, Susano poderá receber – de maneira póstuma – o título de mulher mais velha do mundo pelo livro dos recordes.

Um pedido foi aberto assim que a centenária completou 124 anos, mas ele ainda é avaliado por uma comissão de especialistas do Guinness World Records.

A Prefeitura de Kabankalan emitiu um comunicado lamentando a morte de Susano e disse que reza por ela e por sua família neste momento de luto.

"Lola Iska sempre estará conosco como nossa inspiração e orgulho", disse a nota.

Susano nasceu em 11 de setembro de 1897, quando o país ainda era uma colônia da Espanha. Ela teve 14 filhos, um deles, também centenário, com 101 anos.

A filipina era conhecida por sua alegria e pelo amor que tinha ao tocar a gaita. Um vídeo de 2019 com Susano tocando o instrumento viralizou nas redes sociais.

Ela começou a praticar música como recomendação médica, para poder exercitar os pulmões todas as manhãs – e começar o dia mais animada.

Além da gaita, outro segredo da longevidade de Susano, segundo sua neta, era a dieta baseada apenas em ingredientes frescos.

Outros recordes

Atualmente, o Guinness World Records considera a pessoa mais velha no mundo a francesa Jeanne Calment, morta em 1997 aos 122 anos.

O homem que chegou à idade mais avançada no mundo todo foi um japonês, Jiroemon Kimuro, que faleceu em 12 de junho de 2013 aos 116 anos.

Já a pessoa mais idosa do mundo ainda viva é a japonesa Kane Tanaka, que comemorou seu aniversário de 117 anos em um lar de idosos do Japão, em janeiro do ano passado.

Da redação do Blog Brejo Notícias
*Com informações do G1 Mundo

Postar um comentário

0 Comentários