Últimas

6/recent/ticker-posts

Recém-nascido é encontrado dentro de uma bolsa no Sítio Histórico de Olinda

Foto: Reprodução/ Pixabay

Um recém-nascido foi encontrado dentro de uma bolsa, abandonado, em uma calçada no Sítio Histórico de Olinda, área turística da cidade, na terça-feira (2). De acordo com o Conselho Tutelar, o bebê foi achado por um vendedor ambulante, que ouviu o choro e, ao encontrar o bebê dentro da sacola, saiu correndo para o Hospital do Tricentenário, no Bairro Novo.


A criança foi encontrada na Rua de São Francisco, na esquina da Rua Bispo Coutinho, no bairro do Carmo, contou a coordenadora geral dos conselhos tutelares de Olinda, Cláudia Moura


"O senhor estava vendendo água no Alto da Sé e deixou o sobrinho com o isopor para buscar mais mercadoria. Ele achou o bebê quando estava descendo a Rua de São Francisco. Ele ouviu um choro e, por ser Dia de Finados, pensou que estivesse ouvindo coisas. Ele foi ver o que era e, na bolsa, encontrou o bebê", declarou Cláudia Moura.

O hospital fica a cerca de 700 metros de distância de onde o bebê foi encontrado. O menino chegou à unidade de saúde por volta das 9h50 de terça-feira (2).


De acordo com a coordenadora dos conselhos, ao que tudo indica, o parto foi realizado poucas horas antes. "O Conselho Tutelar foi acionado às 10h46 e, quando cheguei ao hospital, o bebê ainda estava sujo de sangue, com restos placentários. Ele tinha tido o cordão umbilical cortado", disse a conselheira.


O menino nasceu com 2,740 quilos e 48 centímetros, segundo Cláudia Moura, e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva para passar por exames.


O Tricentenário informou que a criança "chegou bem ao hospital e está sob os cuidados da equipe". De acordo com o hospital, o Serviço Social da unidade de saúde entrou em contato com a polícia e registrou um boletim de ocorrência (B.O.) sobre o caso. Não há informações sobre a pessoa que abandonou o bebê.


De acordo com a médica neonatologista Catarina Vorique, o bebê não é prematuro, apesar de pequeno para a idade gestacional. Ele está na incubadora, aguardando o resultado dos exames.


"O cordão umbilical não havia sido clampeado, ele poderia ter sangrado. Como o parto foi feito nessas condições, contaminado, e não se sabe se a mãe fez pré-natal, estamos fazendo exames de rastreio de possíveis infecções. Ele está estável, mas nessas condições", explicou a médica.


Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Paulista registrou o caso como abandono de incapaz. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso, de acordo com a corporação.


O g1 também entrou em contato com a Polícia Militar para obter outras informações sobre o caso, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.


Da redação do Blog Brejo Notícias 

*Com informações do G1 Pernambuco

Postar um comentário

0 Comentários