Últimas

6/recent/ticker-posts

Embrião de dinossauro totalmente preservado é encontrado em Ganzhou, na China

Foto: Reprodução/ Site de Curiosidades

O fascínio da humanidade com dinossauros é algo totalmente compreensível, visto que se trata de algo que nos leva de volta no tempo. Dinossauros viveram sobre a terra há milhões de anos e até hoje ainda encontramos vestígios de sua presença. Não é à toa que se trata de um assunto tão relevante e que, ano após anos, continua sendo motivo de fascínio para todos nós.


Talvez seja difícil compreender que, há milhões de anos atrás, a Terra era ocupada por animais imensos. Acreditar nisso é um desafio para muitos, por isso as evidências acabam sendo tão incrivelmente instigantes. É impossível negar a existência desses animais, quando são encontrados fósseis. Mas e quando algo ainda mais impressionante é encontrado? É sobre isso que o mundo esta falando, desde que pesquisadores encontraram um embrião perfeitamente preservado.


A descoberta foi feita em Ganzhou, na China, e revelada por um grupo de pesquisadores. Fion Waisum Ma, da Universidade de Birmingham, é co-autora de um artigo esclarecedor, publicado na iScience. À AFP, a pesquisadora comentou sobre a descoberta sem precedentes, confirmando que o embrião mostra que as aves modernas são de fato uma evolução daquilo que primeiro foi visto entre os próprios dinossauros.


Pertencente a um grupo de terópodes emplumados e desdentados, conhecidos como oviraptorossauros, a criatura não eclodida tem cerca de 27 centímetros (10,6 polegadas) de comprimento e marca a primeira descoberta de um embrião de dinossauro exibindo uma postura típica dos embriões de pássaros atuais. . Pouco antes da eclosão, os pássaros modernos realizam uma série de manobras conhecidas como dobrar, que envolve curvar o corpo e abaixar a cabeça sob a asa, embora as origens evolutivas desse comportamento permanecessem até agora desconhecidas.


O artigo descreve a posição em que foi encontrado o embrião, com a cabeça em posição “ventral ao corpo, com os pés de cada lado e as costas enroladas ao longo do pólo cego do ovo”. O artigo explica que nenhuma outra descoberta havia sugerido a existência de dinossauros como este, que foi apelidado de “bebê Yingliang”.


O embrião, segundo análise inicial, tem em torno de 66 milhões de anos de existência. No entanto, apesar de ter sido uma das descobertas mais excitantes dos últimos anos, os pesquisadores defendem cautela em qualquer afirmação sobre o embrião. Acontece que este é o primeiro exemplar deste tipo de dinossauro jamais encontrado em toda a história. Por isso, o ideal seria encontrar novos exemplares, que permitissem uma pesquisa ainda mais aprofundada.

 

Ainda assim, o embrião já é considerado um dos mais bem-preservados já encontrados no mundo. Ele esta instalado no Museu de História da Natureza Yingliang Stone, onde pode ser observado pessoalmente. Para melhor compreensão do embrião, também foram produzidas ilustrações que simulam sua provável aparência. O bebê Yingliang foi encontrado em perfeito estado de conservação, ainda dentro do ovo, em um provável momento de eclosão. A esperança dos pesquisadores agora é a de encontrar novos exemplares na região, que vem sendo estudada há anos. O embrião se tornou um assunto de interesse em todo o mundo após a divulgação.


Da redação do Blog Brejo Notícias

*Com informações do Site de Curiosidades

Postar um comentário

0 Comentários