Header Ads Widget

Últimas

6/recent/ticker-posts

Cinzas do vulcão de Tonga viajam mais de 12 mil km e mudam cor do céu na Paraíba; entenda o fenômeno

Fotografia: Felipe Sérvulo.

As cinzas decorrentes da erupção do vulcão na ilha de Tonga, no Oceano Pacífico, chegaram à Paraíba. Registros mostram o céu mais avermelhado, ficando claro por mais tempo que o comum. O fenômeno chegou ao Brasil há alguns dias e também foi registrado em outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Bahia, e em todo o sul.


As cores vibrantes, que parecem lindas, são, na verdade, poluição. A responsabilidade é do vulcão Tonga, que entrou em erupção no último dia 15. Sua força superou a de uma bomba atômica e detonou um tsunami devastador, que também mexeu com o céu. A fumaça expelida “viajou” pelo Pacífico Sul e, 12 mil quilômetros depois, até chegar à Paraíba.


O meteorologista formado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Diego Rhamon, explicou que as cinzas do vulcão chegam tão longe porque demoram bastante tempo (pelo menos na ordem de semanas) para se dissiparem. 


“As cinzas do vulcão alcançaram a estratosfera, acima de onde ficam as nuvens que vemos no dia a dia, e acima também, por exemplo, da altura dos voos comerciais. Por isso, durante esse tempo em que as cinzas permanecem na estratosfera, os ventos nesta região, que são mais constantes, vão levando as cinzas”, Diego Rhamon, meteorologista. 


Na região do vulcão e no momento da erupção, os ventos na estratosfera estavam (e ainda estão) vindo de leste para oeste, a mais ou menos 40-50 km/h. Essa direção do vento está se mantendo em torno de todo o planeta, nessa faixa de latitude. Como o Brasil está na mesma faixa de latitude do local do vulcão, as cinzas acabaram por passar por aqui, passando antes pelo centro-sul da África. 


O que provoca as cores?

A professora. de  Climatologia,  Rebecca Luna Lucena (UFRN),  explicou que a coloração levemente rosa, partindo para o violeta, muito belas por sinal,  é uma coloração provocada pelas partículas de sulfato que vieram do vulcão. A interação das partículas com a luz do sol, no seu momento mais baixo, quando nasce, ou quando se põe, é que dá o efeito avermelhado.


Se é uma poluição, faz mal para saúde?

O meteorologista Diego Rhamon explica que apesar de ser uma espécie de poluição, é de origem natural. Como essas cinzas estão bastante altas na atmosfera, não há qualquer interferência na nossa saúde, nem na dos animais, nem na das plantas. A única coisa que ocorre de diferente é o espetáculo do nascer e do pôr do Sol, que se torna ainda mais bonito.


Por quanto tempo o fenômeno deve durar?

O espetáculo de cores pode ser esperado por mais algumas semanas. Ao JORNAL DA PARAÍBA, a professora Rebecca Luna Lucena  informou que não se sabe ao certo, mas muitos especialistas concordam que as cinzas e os gases oriundos dessa erupção vão  continuar circulando por mais algumas semanas. 


Pelas imagens de satélite em que dá para ver as cinzas, percebe-se que elas estão mais espalhadas, mais finas, explicou Diego Rhamon. “Por aqui pelo Brasil, ainda pode ser possível observá-las por mais alguns dias, mas depende da região do país. Às vezes pode passar um tempo sem se ver as cinzas, e daí uma nova região de cinzas passar novamente”.


Fonte: JORNAL DA PARAÍBA

Postar um comentário

0 Comentários