Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

PIS/PASEP retorna PAGAMENTOS amanhã dia 15 de março


Após a pausa de duas semanas no pagamento do PIS/Pasep, o calendário de pagamentos do benefício se retomará. Desse modo, os depósitos retornam a partir de amanhã, 15 de março.


Ao todo, portanto, para este mês de março, ainda restam quatro lotes de pagamentos para que a Caixa Econômica Federal realize. Ademais, também faltam outros seis a serem pagos pelo Banco do Brasil.  


Nesse sentido, para os funcionários públicos que possuem direito ao recebimento do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), ainda restam quatro lotes de pagamentos. Estes, então, ocorrerão por meio do último dígito do número de inscrição do Pasep. 


Por outro lado, para os funcionários do setor privado, ainda restam seis lotes de pagamentos do Programa de Integração Social (PIS). Estes, então, serão pagos segundo o mês de nascimento de cada beneficiário. 


Nos dois programas, os valores possuem o teto de até um salário mínimo, ou seja, de R$ 1.212 atualmente.  


Além disso, é importante lembrar que os pagamentos deste ano ocorrem de maneira escalonada. Começarão desde o dia 08 de fevereiro se estendendo até o dia 31 de março, referente ao ano base de 2020.


Calendário de pagamento do PIS 2022

Para o grupo de trabalhadores que receberão o PIS, será possível ter acesso a estes valores da seguinte forma:


08 de fevereiro: beneficiários que nasceram em janeiro; 

10 de fevereiro: beneficiários que nasceram em fevereiro; 

15 de fevereiro: beneficiários que nasceram em março; 

17 de fevereiro: beneficiários que nasceram em abril; 

22 de fevereiro: beneficiários que nasceram em maio; 

24 de fevereiro: beneficiários que nasceram em junho; 

15 de março: beneficiários que nasceram em julho; 

17 de março: beneficiários que nasceram em agosto; 

22 de março: beneficiários que nasceram em setembro; 

24 de março: beneficiários que nasceram em outubro; 

29 de março: beneficiários que nasceram em novembro; 

31 de março: beneficiários que nasceram em dezembro.

Calendário de pagamento do Pasep 2022

Já aqueles trabalhadores que receberão o Pasep seguirão ao seguinte calendário:


15 de fevereiro: inscrição com o final 0 ou 1; 

17 de fevereiro: inscrição com o final 2 ou 3; 

22 de fevereiro: inscrição com o final 4; 

24 de fevereiro: inscrição com o final 5; 

15 de março: inscrição com o final 6; 

17 de março: inscrição com o final 7; 

22 de março: inscrição com o final 8; 

24 de março: inscrição com o final 9.

Como sacar o Pasep?

O pagamento do Pasep ocorre a partir do Banco do Brasil, enquanto o PIS é tem a operação da Caixa.


Dessa forma, os funcionários públicos que possuem direito ao benefício, recebem a parcela de maneira automática por meio de depósito em contas do Banco do Brasil.


Isso significa, portanto, que o saque será feito da mesma forma que o trabalhador opera com seus próprios valores na instituição bancária.


Contudo, caso o depósito não ocorra, o trabalhador poderá consultar o site do Banco do Brasil. Na plataforma, então, é possível solicitar que se faça o depósito do valor em outra conta bancária de qualquer instituição financeira.


Assim, o trabalhador poderá ter acesso aos seus valores do Pasep.


Quem possui direito de receber o PIS/Pasep?

Possui direito ao abono salarial todo trabalhador com carteira assinada que recebe até o valor de dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.424. Além disso, é necessário que este esteja, há pelo menos cinco anos, inscrito no PIS/Pasep tendo trabalhado pelo menos 30 dias no ano base do pagamento.


Caso este se encontre nessa situação, então, será possível receber a quantia.


Quanto ao valor do benefício, este irá variar de maneira proporcional à quantidade de meses trabalhados durante o período base.


Valor esquecido no PIS/Pasep já chega a R$ 208 milhões

Durante este ano de 2022, cerca de 320 trabalhadores dos setores públicos e privados terão uma segunda chance de sacar os valores do abono salarial referente ao ano base de 2019.


Nesse sentido, de acordo com levantamento do Ministério do Trabalho e Previdência, a quantia já chega a cerca de R$ 208 milhões.


Assim, a retirada de valores não sacados pelos beneficiários ocorrerá com o mesmo formato de pagamento. No entanto, a liberação desta quantia só ocorrerá a partir do dia 31 de março.


Desse modo, os cidadãos que não realizarem o saque da quantia até o fim do prazo, somente terão acesso à quantia no próximo ano. Isto é, durante o ciclo de liberação seguinte.


De acordo com o Governo Federal, desde o início do pagamento do PIS/Pasep, cerca de R$ 20 bilhões serão injetados na economia brasileira por meio do benefício. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, então, os valores chegarão a cerca de 22 milhões de trabalhadores.


O benefício, que vem sendo pago do dia 08 de fevereiro até o dia 31 de março, poderá disponibilizar aos trabalhadores valores entre R$ 101 a R$ 1.212.


Além de ser benéfico para os trabalhadores, este valor a mais traz efeitos positivos na economia, principalmente no contexto atual.


Quem trabalhou no ano passado receberá o abono em 2022?

Muitos trabalhadores se perguntam: “Trabalhei durante o ano de 2021 com carteira assinada, vou receber o PIS/Pasep esse ano?”


Infelizmente, a resposta é não. Os trabalhadores do setor privado e público que exerceram suas funções em 2021 ainda não receberão o abono salarial este ano.


Isto é, visto que, durante este ano de 2022, o valor pago por meio do PIS/Pasep é referente ao ano base de 2020.


Trata-se de um valor que deveria ter sido pago no ano passado, contudo, sofreu adiamento por meio do Governo Federal para que os recursos fossem utilizados em outras medidas emergenciais durante o período de pandemia de Covid-19.


Desse modo, os recursos que iriam para o pagamento do abono salarial no ano base de 2020, acabou sendo remanejado para a execução do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda. Isto é, programa também conhecido como BEm, que foi pago entre abril e agosto de 2021.


Além disso, muitas pessoas se perguntam o motivo do Governo Federal não realizar este ano o pagamento dos anos base de 2020 e 2021 de maneira conjunta. Contudo, em razão de critérios sobre a disponibilidade de recursos orçamentários, a gestão destinou o montante de R$ 21 bilhões para o pagamento do abono salariam durante o ano de 2022.


Assim, não será possível receber o PIS ou Pasep de 2021 ainda neste ano de 2022, de forma que o trabalhador precisará aguardar o período certo.


Fonte: Notícias Concursos

Postar um comentário

0 Comentários