sexta-feira, abril 01, 2022

Pernambuco confirma primeira morte pela subvariante BA.2 da ômicron

FOTO: NIAID

Nesta quinta-feira (31), Pernambuco confirmou o primeiro caso da subvariante BA.2 da ômicron, linhagem do coronavírus predominante no Estado. A amostra foi detectada no último sequenciamento genético feito pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM), unidade da Fiocruz em Pernambuco. As coletas foram realizadas entre o início de fevereiro e a primeira quinzena de março.


O registro positivo é de uma paciente do sexo feminino de 82 anos, que teve a amostra coletada no dia 4 de fevereiro.


A idosa apresentou os primeiros sintomas no dia 28 de janeiro, e buscou atendimento no dia 2 de fevereiro. Ela estava com o esquema vacinal contra a covid-19 completo e tinha várias comorbidades (doença de Alzheimer, hipertensão, diabetes e doença de Parkinson).


Considerada do grupo de risco, a paciente faleceu no dia 20 de fevereiro.


“A BA.2 já circula em diversos estados brasileiros, o que aumentava ainda mais a possibilidade de circulação desta sublinhagem em território pernambucano. Por isso, continuávamos atentos à vigilância genômica do novo coronavírus no Estado, analisando periodicamente amostras de diversos períodos, o que possibilitou que identificássemos a subvariante no nosso sequenciamento genético mais recente”, diz o secretário Estadual de Saúde, André Longo.


O secretário reforça que, mesmo com a desaceleração da pandemia, os cuidados essenciais, como vacinação, higienização correta das mãos, uso de máscaras e isolamento em caso de sintomas gripais, devem continuar.


Fonte: NE10 Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário