Header Ads Widget

Últimas

6/recent/ticker-posts

Tesla assusta proprietária com voz sinistra na China 'filme de terror

Foto: Reprodução/Chengdu Business Daily

Uma dona de Tesla chinesa, identificada apenas como Sra. Zheng, passou por uma situação assustadora com seu Model 3. Em 27 de abril, por volta de 21h30, ela estacionou seu carro elétrico na garagem depois de buscar sua filha na aula de inglês. Após reiniciar o veículo, o que as duas escutaram vindo do sistema de som por meio de uma voz feminina sinistra foi a frase: “Minha morte foi tão injusta!”.


O que poderia ser o início de uma história macabra foi um problema bizarro no sistema de entretenimento do Model 3 em um curto intervalo de tempo. Quando a sra. Zheng estava indo para o trabalho naquela manhã, o volume do som aumentou de repente até a potência máxima, depois ficou mudo, e voltou a subir. Essa operação aconteceu ao menos três vezes em dez minutos. Como eventualmente parou, ela decidiu não pensar mais no assunto.


Mas logo após buscar a filha na escola de idiomas, o carro começou a tocar uma história vinda de um aplicativo chamado Himalaya sem que ninguém desse o comando de execução. Em seguida o ar-condicionado também enlouqueceu, ligando e desligando sozinho, e o mapa do navegador passou a dar zoom e se afastar em uma determinada área do mapa.


O episódio poderia ser descrito como um ataque de hackers – ou de um fantasma. A Sra. Zheng decidiu então ligar para a central de atendimento da Tesla para entender o que estava acontecendo. A recomendação foi para que ela reiniciasse o veículo, como um celular que trava, para acabar com os problemas. Ela resolveu fazer o procedimento indicado ao chegar em casa – e foi então que ouviu a voz horripilante.


No dia seguinte a mulher levou o carro a um centro técnico da Tesla na cidade de Chengdu (China), acompanhada de dois amigos. Segundo o jornal local, a proprietária do Model 3 descreveu a situação como “um filme de terror”.


Ela e a filha ficaram amedrontadas, mas a Sra. Zheng fingiu que estava calma para não assustar ainda mais a criança, desligou o carro e saiu da garagem o mais depressa possível. Mas o medo de dirigir o elétrico sozinha a fez convocar os amigos para lhe fazerem companhia na oficina.


A Tesla examinou o veículo e afirmou que o problema era um defeito na tela da central, que foi imediatamente substituída. Quando foram revisar o sistema, descobriram que a história tocada pelo Himalaya, chamada “O coração da desgraça”, continha a tal frase pavorosa. Pelo menos ela não precisou chamar um exorcista…


Fonte: Portal Auto Esporte Curiosidades

Postar um comentário

0 Comentários