Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Briga de vizinhos termina em morte em Gaibu, por causa de mordida de cachorro

Foto: Reprodução/Pixabay

Um vendedor de pipas, de 34 anos, identificado como José Thiago Rodrigues da Silva, foi assassinado pelo vizinho após discussão por conta de um cachorro em Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho, na sexta-feira (22). De acordo com a Polícia Civil, o vendedor de pipas e a sua esposa, de 32 anos, foram agredidos por uma arma branca e socorridos para um hospital da localidade, mas o homem não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. 

O suspeito do crime foi identificado como Gilmar Augusto de Silva, de 38 anos. Ele foi preso em flagrante pela polícia e autuado por homicídio e tentativa de homicídio. De acordo com testemunhas, ao g1, o problema entre os vizinhos iniciou há cerca de duas semanas, na casa de um amigo em comum dos dois, quando o agressor teria reclamado da presença do cachorro de José Thiago no local. Os dois homens discutiram e Gilmar Augusto pegou o cachorro nos braços e o jogou, quando ele o mordeu. 

Ainda segundo as testemunhas, Thiago e Gilmar tinham feito as pazes e voltaram a conviver, mas brigaram novamente na sexta-feira por conta do cachorro, quando começaram a se agredir. Durante a briga, o agressor jogou uma cadeira contra a vítima, que pegou uma barra de ferro para se defender, mas caiu no chão, momento em que Gilmar pegou a barra de ferro e o atingiu. A esposa da vítima, Rafaela Oliveira Silva, foi ferida quando foi para cima do agressor; ela teve o braço quebrado e correu.

Os moradores chegaram a socorrer as vítimas. No entanto, o agressor saiu do local do crime e foi até o hospital, momento em que foi detido pela Polícia Militar. 

Em nota, a Polícia Civil informou ter aberto um inquérito sobre a tentativa de homicídio e homicídio consumado na praia de Gaibu "O suspeito da agressão, foi preso em flagrante pela Polícia Militar e encaminhado para o DHPP para a aplicação das medidas cabíveis aos fatos. Um inquérito foi instaurado e demais informações serão repassadas após a conclusão”, informa a polícia.

Fonte: Leia Já

Postar um comentário

0 Comentários