Mulher mata o próprio marido por assistir vídeo de mulheres no TikTok no Paraná

Foto: Redes Sociais/Reprodução/ND

Um homem de 38 anos, identificado como Joarez Gonçalves Almeida, foi assassinado no município de Contenda, na região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, na noite de terça-feira (12). A principal suspeita é a esposa, Luciane Ripka de Marafigo. Ela teria matado o marido pois ele assistia vídeos de mulheres dançando na rede social TikTok.


Segundo informações divulgadas pela polícia, o homem assistia com frequência os vídeos. A mulher contou que já havia pedido, por diversas vezes, para ele parar pois aquilo deixava ela desconfortável. Porém, segundo ela, o marido nunca mudou o hábito.


De acordo com as informações presentes no boletim de ocorrência, no dia do crime o homem estava deitado no sofá vendo os vídeos, quando a mulher chegou perto dele e o esfaqueou próximo do coração.


O homem foi levado para o Hospital Municipal de Contenda, pelo irmão da vítima. Porém morreu a caminho do pronto-socorro.


Ao saber do caso, o hospital acionou a polícia que foi até a casa do casal. Ao chegar no local, a polícia encontrou a mulher sentada no chão, enrolada em um cobertor enquanto ela bebia bebidas alcoólicas.


Com a chegada da polícia, a suspeita questionou os policiais se o homem estava morto e após receber a informação de que ele havia morrido ela tentou fugir pela porta.


Ao fazer buscas pela casa e entornos, a polícia encontrou uma faca, já lavada, mas com resquícios de sangue. No quintal da casa a guarnição encontrou uma blusa ensanguentada que foi supostamente usada pela suspeita para cometer o crime.


A mulher foi levada ao hospital e após conduzida para a delegacia de Polícia Civil da Lapa.


De acordo com o delegado, a mulher ficou presa por cerca de 24h. A suspeita passou por audiência de custódia e fica agora em liberdade preventiva com medida restritiva.


Informações do Portal São Bento.


Fonte: ND+

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem