Ceará perde por 1 a 0 para o São Paulo no Morumbi e sai em desvantagem nas quartas da Sul-Americana

Foto: Felipe Santos / Ceará SC

O Ceará foi derrotado por 1 a 0 pelo São Paulo, na noite desta quarta-feira (3), no Morumbi, pelo jogo de ida das quartas de finais da Copa Sul-Americana. O gol da partida foi marcado por Nikão aos 24 minutos do 2º tempo e o goleiro do Ceará, João Ricardo ainda pegou um pênalti de Calleri aos 34 minutos.

Com o resultado, o Ceará precisará vencer por dois gols de diferença na próxima quarta-feira (3), no Castelão, às 19h15 para se classificar. Se vencer por um gol de diferença, a vaga na semifinal será definida nos pênaltis.

Mas antes disso, o Vozão visita o Botafogo, no sábado (6), às 16h30 no Nílton Santos, pela 21ª rodada da Série A do Brasileiro.

O Ceará começou a partida recuado, esperando as ações do São Paulo. Armado para sair nos contra-golpes em velocidade, o Vovô teve poucas ações no campo de ataque no início, mas conseguiu segurar o ímpeto ofensivo do time da casa nos minutos iniciais.

O técnico Marquinhos Santos precisou fazer uma alteração logo aos 4 minutos, com a lesão de Diego Rigonato, entrando Fernando Sobral.

Depois de segurar os primeiros minutos, o Ceará se soltou mais no jogo e criou boas chances. Primeiro, Fernando Sobral arriscou de longe, e mandou por cima. E na melhor oportunidade, Nino Paraíba passou por Léo e mandou na trave, aos 29 minutos.

Na reta final do 1º tempo, o Alvinegro foi pressionado pelo São Paulo, que concentrou ataques na jogada aérea, com a zaga do Vozão mostrando segurança.

E lá na frente, o Vovô quase abriu o placar em uma 'lambança' da defesa do time da casa. Miranda recuou errado para Felipe Alves, Mendoza se antecipou e finalizou, mas o goleiro salvou.

No último lance no 1º tempo, o São Paulo criou sua única chance de gol, aos 45, em finalização de Léo que João Ricardo fez grande defesa.

GOL E PÊNALTI POLÊMICO

O 2º tempo começou com o Ceará sendo pressionado pelo São Paulo. Logo aos 3 minutos, Luciano bateu colocado e João Ricardo espalmou para escanteio.

Depois de uma pressão do São Paulo com escanteios seguidos, o Vovô conseguiu sair mais para o jogo e quase abriu o placar em jogada de Vina, que cruzou rasteiro e Mendoza quase finaliza na pequena área.

Com o jogo muito pegado e equilibrado, o Ceará tinha dificuldade de sair ao ataque e criar. E o São Paulo continuou um pouco melhor e saiu na frente aos 24 minutos, com Nikão, em forte chute de fora da área. 

Com a vantagem, o São Paulo continuou pressionando e o Vovô se defendendo, sem mais saídas no contra-ataque. Sem conseguir manter a bola no ataque, o Ceará não conseguia sair em busca do empate. E ainda viu o árbitro chileno marcar pênalti polêmico aos 32 minutos após revisão do VAR. Mas o goleiro do Vozão, João Ricardo, defendeu a cobrança de Calleri, e no rebote de Igor Vinícius.

Após o lance, o time do São Paulo sentiu a perda do pênalti e o Ceará foi pra cima. Mais presente e chegando mais na área do time da casa, o Vovô tentou pressionar até os 52 minutos, mas não conseguiu o gol do empate.

Com a derrota por 1 a 0, o Vovô precisará vencer por dois gols de diferença no Castelão na próxima quarta-feira (10), para avançar. Se vencer por um gol de diferença, o Vozão levará a decisão para os pênaltis.

Fonte: Diário do Nordeste

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem