Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Maceió decreta estado de emergência por 180 dias devido ao risco de colapso em mina

Foto: Reprodução/Diário de Pernambuco

A prefeitura de Maceió decretou estado de emergência por 180 dias na capital de Alagoas devido ao risco iminente de colapso da mina 18 de exploração de sal-gema da Braskem, na região da lagoa de Mundaú, no bairro Mutange.

A Defesa Civil alagoana emitiu um alerta sobre a instabilidade da mina, colocando em risco cinco bairros. Segundo o órgão, os últimos tremores se intensificaram, agravando a situação na região já desocupada.

“Estudos mostram que há risco iminente de colapso em uma das minas monitoradas. Por precaução e cuidado com as pessoas, reforçamos, mais uma vez, a recomendação de que embarcações e a população evitem transitar na região até uma nova atualização do órgão”, informa a prefeitura.

Devido à exploração mineral subterrânea realizada no local, diversos bairros tiveram que ser evacuados emergencialmente em 2018. Rachaduras surgiram nos imóveis da região, seguidas de um tremor de terra, criando alto risco de afundamento. Mais de 55 mil pessoas tiveram que deixar a região, que hoje está totalmente desocupada.

Recentemente, a Braskem foi condenada pela Justiça a indenizar o estado de Alagoas por danos causados pela exploração de sal-gema, que resultou na retirada da população de cinco bairros de Maceió. O sal-gema é uma matéria-prima usada na indústria para obtenção de produtos como cloro, ácido clorídrico, soda cáustica e bicarbonato de sódio. Com informações da Agência Brasil.

Fonte: Diário de Pernambuco

Postar um comentário

0 Comentários