Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Mulher com dois úteros dá à luz dois bebês em dias diferentes, nos EUA

Foto: Reprodução/Internet

A americana Kelsey Hatcher, de 32 anos que nasceu com uma anomalia rara e tem dois úteros, teve duas gravidezes, uma em cada útero, e deu à luz gêmeos em dias diferentes, anunciou nesta sexta-feira.

“Nossos bebês milagrosos nasceram!”, escreveu em seu perfil no Instagram, onde documentou a história na conta “doubleuhatchlings” (um jogo de palavras entre o sobrenome da mãe e o termo incubação dupla).

A primeira gêmea, chamada Roxi Layla, nasceu na terça-feira às 19h49, horário local, e sua irmã, Rebel Laken, na quarta-feira, às 6h09.

Os médicos projetaram a data do parto para o dia de Natal, mas as gêmeas nasceram cedo, bem a tempo de passar as férias em casa com o resto dos irmãos. A mãe e as filhas já tiveram alta e Hatcher prometeu dar mais detalhes do nascimento no futuro.

Kelsey afirma que desde os 17 anos sabe que possui um útero didelfo, ou seja, duplo.

O que é o útero duplo?

De acordo com a Mayo Clinic, organização americana sem fins lucrativos, um útero didelfo é definido como uma malformação uterina rara que ocorre ainda durante o desenvolvimento de um feto do sexo feminino. Nessa fase, o útero começa como dois pequenos "tubos". Depois, eles se unem e formam o órgão. No entanto, é possível que esses tubos não se unam completamente, e dois úteros são desenvolvidos.

Quão raro é?

Em entrevista ao WVTM 13, o médico Richard Davis, especialista em gestações de alto risco, afirmou que apenas 0,3% das mulheres nascem com esta malformação. Já Shweta Patel, que acompanha o caso de Kelsey, pontuou que a gravidez dela é "muito rara", e que profissionais conseguem passar "uma carreira inteira sem ver nada parecido com isso", motivo pelo qual a gestação dela será tema de um estudo de caso.

Ainda segundo Shweta Patel, "o mais provável é que os espermatozoides tenham subido para cada útero, e que a fertilização tenha ocorrido separadamente". Um útero duplo, segundo especialistas ouvidos pela ABC, está frequentemente associado a um alto risco de complicações. Kelsey, no entanto, já é mãe de três crianças, e seus primeiros filhos nasceram saudáveis e em fim de gestação.

Foi durante um ultrassom de rotina realizado em maio que Kelsey descobriu não só que estava grávida de gêmeos, mas que cada feto estava em um útero diferente. Nas redes sociais, ela afirmou ter ficado "maravilhada" e que, com o marido, Caleb, "riu muito". Ela disse, ainda, que os médicos lhe informaram que havia uma possibilidade em 50 milhões de este tipo de caso ocorrer.

Não é a primeira vez

O caso mais conhecido ocorreu em Bangladesh, em 2019, quando Arifa Sultana, então com 20 anos, deu à luz a dois bebês saudáveis com 26 dias de intervalo. Kelsey, por sua vez, espera poder ter os dois bebês naturalmente na data prevista para o parto, que é o dia de Natal.

Fonte: Folha de Pernambuco

Postar um comentário

0 Comentários