Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Enfermeira grávida de oito meses é encontrada morta em estrada no Espírito Santo

Foto: Reprodução/Universidade Federal do Espírito Santo

Uma enfermeira grávida foi encontrada morta em Alfredo Chaves, município do Sul do Espírito Santo, nesta última quinta-feira (11). Íris Rocha de Souza, de 30 anos, estava grávida de oito meses e aguardava a chegada do filho.

O corpo da profissional da área da saúde foi encontrado às margens de uma estrada da cidade. Segundo a Polícia Militar, a corporação foi acionada para checar um corpo que estaria próximo a uma via. Ao chegarem ao local e realizarem buscas, localizaram o corpo de Íris na tarde de quinta-feira (11). Logo em seguida, a Perícia foi acionada.

A Delegacia de Polícia (DP) de Alfredo Chaves investiga a morte da enfermeira. Em nota, a Polícia Civil informou que para preservar as investigações, nenhuma outra informação será repassada do caso.

Íris era mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Ela também era graduada em Enfermagem pela mesma faculdade.

Em nota, a universidade lamentou o ocorrido: “A Administração Central da Ufes comunica com pesar o falecimento da mestranda Íris Rocha de Souza. Em nome de toda a comunidade acadêmica, a Administração Central da Ufes manifesta sua solidariedade aos familiares e amigos de Íris”.

O Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES), também se manifestou sobre a morte da enfermeira:

“É com profundo pesar que o Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES) recebe a trágica notícia do falecimento da enfermeira Íris Rocha, de 30 anos. A jovem, que dedicou sua vida ao cuidado e bem-estar dos pacientes, foi vítima de um ato de violência que choca a todos nós”, informou o Conselho por meio de nota.

O presidente do Coren-ES, Dr. Wilton José Patrício, também externou suas condolências, reiterando que Íris deixará um vazio imensurável para a Enfermagem do Espírito Santo.

“Que a memória de Íris Rocha permaneça viva em nossos corações, como exemplo de dedicação e amor à profissão”, concluiu a nota de pesar do Conselho de Enfermagem em homenagem a profissional.

Íris foi velada e sepultada nesta terça-feira (16), às 11 horas, no cemitério Jardim da Paz, na cidade de Serra.

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários