Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

'Cometa do Diabo' poderá ser visto em todo o Brasil neste domingo (21)

Foto: Wikimedia

Ao longo das próximas semanas, os entusiastas da astronomia terão a oportunidade de observar um dos cometas mais brilhantes conhecidos pelos cientistas à medida que o 12P/Pons-Brooks se torna cada vez mais visível no céu noturno no Brasil e em todo o Hemisfério Sul.


Neste momento, o Cometa do Diabo, como é popularmente conhecido este corpo celeste, está se aproximando do nosso planeta (sem risco algum de colisão) e, por isso, poderá ser observado com o auxílio de instrumentos.


Segundo o Observatório Nacional, desde o dia 7 de abril, observadores na região Nordeste do Brasil já têm conseguido fazer registros da passagem do cometa, mas é neste domingo (21) que ele se tornará visível em todo o país, quando atingirá a sua máxima aproximação ao Sol.


Descoberto em 1812 pelo astrônomo francês Jean-Louis Pons, o 12P/Pons-Brooks ganhou esse apelido "diabólico" devido a uma explosão em julho de 2023, que distorceu sua coma, ou seja a nuvem de poeira e gás que circunda o seu núcleo, em uma forma de chifres.


Ainda de acordo com o ON, ainda não é possível saber ao certo se o cometa será visível a olho nu. Além disso, a proximidade do cometa com o Sol no céu pode dificultar observações, especialmente em áreas urbanas com poluição luminosa, como na cidade de São Paulo.


Para localizar o 12P/Pons-Brooks no céu, aplicativos de observação de estrelas para celular como o Star Walk 2 ou o Sky Tonight podem ser úteis, já que permitem a identificação de diversos objetos astronômicos, além de cometas.


Basta procurar pelo Cometa do Diabo na ferramenta de busca desses apps e apontar o celular para o céu perto do melhor horário de observação.


Cometas mais brilhantes do ano 

Os cometas são grandes objetos feitos de poeira e gelo que orbitam o Sol. Neste ano, os destaques de observação ficam com os seguintes astros:


C/2021 S3 (PANSTARRS). Período de visibilidade: de janeiro a junho. Brilho Máximo: março. Visibilidade: por meio de binóculos, em céus escuros, durante a madrugada.

C/2023 A3 (Tsuchinschan-ATLAS). Período de visibilidade: de setembro a novembro. Brilho Máximo: outubro. Visibilidade: final da madrugada (começo de outubro) e começo da noite (final de outubro), por meio de binóculos.

12P/Pons-Brooks (ou Cometa do Diabo). Período de visibilidade: de fevereiro a junho. Brilho Máximo: abril. Visibilidade: por meio de binóculos, no começo da noite.

13P/Olbers. Período de visibilidade: de junho a agosto. Brilho Máximo: julho. Visibilidade: por meio de binóculos, no começo da noite.

62P/ Tsuchinschan 1. Período de visibilidade: de janeiro a março. Brilho Máximo: janeiro. Visibilidade: por meio de binóculos, durante a madrugada.

144P/Kushida. Período de visibilidade: de janeiro a fevereiro. Brilho Máximo: janeiro. Visibilidade: por meio de pequenos telescópios, em céus escuros, durante o começo da noite.


Fonte: G1 Ciência

Postar um comentário

0 Comentários