Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Homem acorda do coma dizendo ser gay e pede divórcio à mulher grávida

Foto: Getty Images

É normal que algumas pessoas acordem do coma e se sintam confusas. Foi o que aconteceu com o marido da norte-americana Gloria. Ela afirmou que seu esposo acordou do coma dizendo ser gay e, por isso, queria pedir o divórcio. O caso foi relatado no programa Caso Cerrado, na Telemundo.


Jairo ficou em coma por 15 dias. Quando acordou, pediu o divórcio à esposa grávida porque “sempre foi gay”. “Minha memória está zerada, eu não sei quem ela é. Vêm uns flashes, mas logo eles desaparecem da minha mente. Não me lembro de absolutamente nada. Não me lembro quando assinei a certidão de casamento.”


A apresentadora do programa, Ana María Polo, questionou Jairo, mas o homem afirmou que não se lembra de ter uma relação com Gloria. “Eu tenho meu namorado, eu não quero ficar com mulheres, porque eu não gosto disso. Tenho alergia a mulher. Eu nasci gay. Eu só quero viver a minha vida, mas ela não deixa.”


As fotos do casal e a certidão de casamento não foram suficientes para Jairo acreditar no relacionamento.


Por isso, a mulher acusa o marido de estar mentindo, já que os dois tinham um relacionamento estável e estavam tentando ter filhos. Ao que parece, tudo mudou de repente.


Como aconteceu

De acordo com o casal, Jairo sofre de constipação e desmaiou depois de fazer muita força para evacuar.


Ele foi levado para o hospital e ficou duas semanas em coma até ficar “sem memória”. O programa entrevistou o médico Moisés Irrizary, que explicou o caso.


“A pressão sanguínea aumenta quando alguém evacua. Se a pessoa tem alguma predisposição, pode acontecer um pequeno derrame. Podem acontecer algumas mudanças de comportamento, mas não como as que ele descreve”, afirmou o profissional.


Uma sexóloga também foi entrevistada para entender a situação. Ela acredita que Jairo tenha se relacionado com mulheres apenas para esconder sua sexualidade. “A memória ele pode recuperar, mas a orientação sexual veio de fábrica.”


Fonte: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários