Header Ads Widget

Últimas notícias

6/recent/ticker-posts

Recém-nascido é atingido de raspão por bala perdida dentro de hospital, na Zona Oeste do Recife

Foto: TV Globo/Reprodução

Uma recém-nascida foi atingida por uma bala perdida, nesse domingo (26), dentro do Hospital Barão de Lucena, localizado no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife. 


Segundo nota da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE), o fato aconteceu por volta das 19h. A bala bala teve origem fora da unidade, entrou no alojamento 5E e atingiu de raspão a recém-nascida, que foi atendida pela médica neonatologista, passou por exames físicos e passa bem.


Ainda de acordo com a SES-PE, a Polícia Militar foi acionada imediatamente e isolou o local. As mães que estavam nos leitos próximos foram transferidas para outros alojamentos do hospital para que o trabalho de perícia seja realizado. E, por fim, a pasta informou que as investigações ficarão a cargo da Polícia Civil.


Já a Policia Civil de Pernambuco, procurada pela Folha de Pernambuco, informou que teve ciência do fato no Hospital Barão de Lucena e a Delegacia do Cordeiro irá "tomar as devidas providências para o esclarecimento do ocorrido".


Por meio de nota, a Polícia Militar de Pernambuco informou que o efetivo do 13º Batalhão foi ao hospital para averiguar a ocorrência.


"No local indicado, os policiais ouviram o pai de um bebê, que afirmou ter escutou o barulho distante de um tiro e, na sequência, encontrou um projétil, que passou de raspão  na cabeça da sua filha", disse a PM, acrescentando que "o pai não quis ir até uma delegacia formalizar uma queixa".


Durante entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, nesta segunda-feira (27), a secretária de saúde do Estado, Zilda Cavalcanti, respondeu sobre a questão da insegurança que afeta os hospitais do governo, relembrando os casos de violência no Hospital da Restauração em abril passado, quando um paciente e um vigilante morreram, e também do caso da recém-nascida atingida por bala de raspão, no Hospital Barão de Lucena.


Segunda elo, o governo recebeu no ano passado os seis grandes hospitais com postos da policia desarticulados. "Mas, adianto que o problema foi sanado", disse.


De acordo com a secretária, a partir de parceria com a Secretaria de Defesa Social, todos os hospitais de grande complexidade — Restauração, Getúlio Vargas, Otávio de Freitas, Agamenon Magalhães, Barão de Lucena e Hospital Regional do Agreste — já estão com os postos policiais ativados.


Fonte: Folha PE

Postar um comentário

0 Comentários